• Novo canal de comunicação por whatsapp, através de nossa Central de Reservas:
  • +55 21 99855-0418 - Horário de atendimento: das 8h às 18h (exceto domingo)

Palácio do Catete e Catetinho

Palácio do Catete e Catetinho


Visitas ao Catetinho e ao Palácio do Catete propiciam volta ao passado

Em novembro de 2016, o Catetinho, uma das mais pitorescas atrações turísticas de Brasília, completou 60 anos. Construído em apenas 10 dias para servir de sede oficial para o então presidente Juscelino Kubitschek acompanhar as obras da nova capital federal, que durou entre 1956 e 1959, o Palácio de Tábuas, como ficou conhecido, foi o primeiro projeto do arquiteto Oscar Niemeyer para a cidade.

 

O nome faz alusão ao Palácio do Catete, sede da presidência da república entre 1897 e 1960, onde atualmente abriga o Museu da República, no bairro do Catete, no Rio de Janeiro. A sugestão foi feita pelo famoso violonista e seresteiro Dilermando Reis, amigo de JK que embalava as noites no Catetinho ao som de seu violão, que hoje encontra-se exposto no local.

 

Presente de Oscar Niemeyer e amigos

A ideia de construir a residência nasceu em uma mesa de bar. Mais precisamente no Juca’s Bar, que ficava no Hotel Ambassador, no Rio, e era frequentado por Juscelino Kubitschek e amigos como Oscar Niemeyer, Dilermando Reis e o engenheiro José Ferreira de Castro Chaves, o Juca Chaves, construtor e dono do bar. Ao comentarem sobre o desejo de JK de acompanhar as obras pessoalmente, concluíram que deveriam construir uma casa provisória para ele. Niemeyer fez o projeto de uma residência muito simples, toda de madeira, mas que já trazia alguns de seus princípios modernistas que posteriormente reproduziria no plano piloto de Brasília. Os amigos levantaram o dinheiro, o material para a construção foi levado do interior de Minas Gerais e do Rio de Janeiro e, em 10 dias, a obra estava concluída.

 

Vinícius de Moraes e Tom Jobim

O Catetinho foi construído às margens da atual BR-070, em uma área sem tanta vegetação fechada, próxima a uma fonte de água. Durante o período da construção de Brasília, a residência serviu como ponto de encontro de técnicos, políticos, artistas e até mesmo chefes de Estado. Em 1959, Juscelino Kubitscheck, que havia encomendado a Vinícius de Moraes e Tom Jobim uma sinfonia em homenagem à nova capital, os convidou para se hospedarem por 10 dias na residência, onde conviveram, entre idas e vindas à cidade, com JK, Oscar Niemeyer, Juca Chaves e os operários da construção, entre outros. Além da inspiração para compor a “Sinfonia da Alvorada”, Tom e Vinícius também voltaram ao Rio com alguns versos para uma nova música, que surgiu em um despretensioso diálogo sobre a pureza da água da fonte: “Pode beber, Camará?” Nascia:

 

Água de Beber

Eu quis amar, mas tive medo

E quis salvar meu coração

Mas o amor sabe um segredo

O medo pode matar o seu coração

 

Água de beber

Água de beber camará

Água de beber

Água de beber camará

 

Eu nunca fiz coisa tão certa

Entrei pra escola do perdão

A minha casa vive aberta

Abri todas as portas do coração

 

Água de beber

Água de beber camará

Água de beber

Água de beber camará

 

Eu sempre tive uma certeza

Que só me deu desilusão

É que o amor é uma tristeza

Muita mágoa demais para um coração

 

Água de beber

Água de beber camará

Água de beber

Água de beber camará

 

Written by Antonio Carlos Jobim, Vinicius De Moraes • Copyright © Universal Music Publishing Group, Corcovado Music Corporation

 

Boa parte do mobiliário original, roupas usadas por JK, registros fotográficos e diversos objetos estão expostos no Catetinho, que foi tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) em julho de 1959 e transformado em museu em 1970. O passeio é uma verdadeira volta ao passado e obrigatório para quem visita Brasília.

 

Palácio do Catete

Quem também proporciona uma grande volta ao passado é o Museu da República, instalado no Palácio do Catete, no Rio de Janeiro. Palco de eventos históricos importantes e da atuação de 18 presidentes, o museu exibe fotos, documentos, objetos, mobiliário e obras de arte dos séculos XIX e XX. Entre os destaques, o Salão Ministerial, onde aconteciam as reuniões do presidente com seus ministros, a Capela, o Salão Nobre e o quarto presidencial onde Getúlio Vargas suicidou-se, em 1954. Na área externa, os belos jardins do palácio possuem lago artificial, cascata, pontes rústicas, gruta e esculturas espalhadas pelos seus 250 metros.

 

O palácio foi construído pelo Barão de Nova Friburgo entre 1858 e 1867 e, inicialmente, era chamado de Palácio Nova Friburgo. Em 1896 foi adquirido pelo governo federal e se tornou sede presidência da república. O palácio e seus jardins foram tombados em 1938 pelo Serviço do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, órgão equivalente ao atual Iphan, e deixou de ser a sede da presidência em 1960, por conta da inauguração de Brasília, se tornando o Museu da República em novembro daquele mesmo ano. Tanto as visitas ao museu quanto os passeios nos jardins do palácio valem muito a pena.

 

Hospedagem

O Winsdor possui dois hotéis em Brasília, ambos muito bem localizados no Setor Hoteleiro, o Windsor Plaza Brasília na Asa Sul e o Windsor Brasília na Asa Norte. Já no Rio de Janeiro são três hotéis no Centro da cidade, Guanabara, Astúrias e Florida, sendo que o Florida está ao lado do Palácio do Catete, a somente dois minutos a pé.

 

Catetinho

Visitação: Terça a domingo, das 9 às 17h

Endereço: Km 0 – BR 040 / Gama – DF

Telefones: (61) 3338-8803 / (61) 3386-8167

 

Windsor Plaza Brasília

SHS Quadra 05 Bloco H – Asa Sul / Brasília (DF)

Informações e reservas: (61) 3322-4545 / (61) 2195-1100 / centraldereservas@windsorhoteis.com.br

Fazer reserva!

 

Windsor Brasília

SHN Quadra 01 Conjunto A Bloco A Entrada B – Asa Norte / Brasília (DF)

Informações e reservas: (61) 2195-1900 / centraldereservas@windsorhoteis.com.br

Fazer reserva!

 

 

Museu da República

Visitação: Terça a sexta-feira, das 10 às 17h , sábados, domingos e feriados, das 11 às 18h

Endereço: Rua do Catete, 153 – Glória / Rio de Janeiro (RJ)

Telefone: (21) 2127-0324

 

 

Windsor Florida

Rua Ferreira Viana, 81 – Flamengo / Rio de Janeiro (RJ)

Informações e reservas: (21) 2195-6800 / Fax: (21) 2285-5777

Fazer reserva!

 

Windsor Astúrias

Rua Senador Dantas, 14 – Centro / Rio de Janeiro (RJ)

Informações e reservas: (21) 2195-1500 / reservas.asturias@windsorhoteis.com.br

Fazer reserva!

 

 

Windsor Guanabara

Avenida Presidente Vargas, 392 – Centro / Rio de Janeiro (RJ)

Informações e reservas: (21) 2195-6000 / reservas.guanabara@windsorhoteis.com.br

Fazer reserva!

 


×